Cuca treina o Atlético-MG, pela segunda vez, com mesma formação

28 de out de 2011


Cuca já tem o time do Atlético-MG praticamente definido para o confronto com o Palmeiras, neste domingo, às 18h (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. O treinador comandou um treinamento coletivo na manhã desta sexta-feira na Cidade do Galo e escalou no time titular: Renan Ribeiro; Carlos César, Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre, Fillipe Soutto, Bernard e Daniel Carvalho; Neto Berola e André. Na metade da atividade, Dudu Cearense entrou no lugar de Pierre.

Mancini, com três cartões amarelos, está vetado para a partida. Guilherme, Marquinhos Cambalhota e Leandro seguem tratando contusão no departamento médico e também ficam de fora.

O Galo faz o último treino antes do jogo na manhã deste sábado. Depois inicia a concentração para o jogo da Arena do Jacaré.

Réver dá méritos ao técnico Cuca pelo bom rendimento da defesa do Galo


A defesa do Atlético-MG cresceu de produção nos últimos jogos. Leonardo Silva e Réver acompanharam a ascensão do time, que finalmente deixou a zona de rebaixamento e nos últimos cinco jogos sofreu apenas quatro gols. Uma boa média para a equipe que tem a quarta pior defesa da competição, com 48 gols sofridos em 31 jogos. Para Réver, o trabalho do técnico Cuca foi fundamental para o acerto.
- É fruto do trabalho. Tivemos a semana cheia para trabalhar, aperfeiçoar e vem surtindo efeito. Mérito do treinador que conseguiu fazer com que o setor parasse de sofrer gol e passassea chegar ao ataque. Tem que se parabenizar o treinador pelo trabalho do dia-a-dia. Na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, na última rodada, o time mineiro passou mais um jogo sem sofrer gols. Foi a sétima vez que conseguiu tal feito no campeonato. Diante do Palmeiras, próximo confronto do Atlético-MG, domingo, às 18h (de Brasília), no Engenhão, o xerife alvinegro quer ver a equipe repetir a postura apresentada no Engenhão, quando, segundo ele, jogou com simplicidade e impôs uma forte marcação. - Temos que manter a humildade. Se um atacante tiver que vir no meu setor marcar e dar carrinho, que faça. Se eu tiver que ir para frente fazer gol, vou fazer. Só assim vamos sair dessa situação. É nítido que não tivemos isso em algumas rodadas. Mas essa situação é fundamental para o momento que a gente vive hoje. Se tiver isso, temos chances de sair desse rebaixamento. Fórmula do sucesso Réver compartilha a melhora de rendimento na defesa com o restante da equipe. Segundo ele, a participação dos jogadores de frente tem sido fundamental. - Não é só setor defensivo que melhorou. Nosso ataque tem marcado muito e tem facilitado tanto para a defesa quanto para o meio. Temos que agradecer os atacantes que têm nos ajudado. Isso é fundamental para o Atlético-MG estar sofrendo poucos gols.
Por GLOBOESPORTE.COMBelo Horizonte

Serginho é julgado e absolvido por expulsão no jogo contra o Flamengo


O volante Serginho foi julgado pela expulsão na partida contra o Flamengo e foi absolvido. O jogador poderia pegar um gancho de até três jogos, mas já cumpriu a suspensão automática e está liberado para os próximos jogos. Serginho foi absolvido pela maioria dos votos. O Atlético-MG vai enfrentar o Palmeiras no domingo, às 18h (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. No jogo contra o Flamengo, pela 25ª rodada do Brasileirão, Serginho foi expulso aos 43 minutos do 2º tempo, após tomar o segundo cartão amarelo. Serginho fez falta dura em Junior Cesar, parando um ataque do Flamengo. Para o árbitro Paulo César Oliveira, o jogador foi punido “por prática de ato desleal ou hostil durante a partida”. A partida entre Atlético-MG e Flamengo, na Arena do Jacaré, terminou empatada em 1 a 1.
Por GLOBOESPORTE.COMBelo Horizonte

Magno Alves faz corrida e deve ser liberado pelo DM ainda nesta terça

25 de out de 2011


O atacante Magno Alves está perto de ser liberado pelo departamento médico do Atlético-MG. Ele corre, literalmente, contra o tempo para ganhar condições físicas para enfrentar o Palmeiras. Magnata se recupera de um edema na coxa esquerda e vai fazer tratamento intensivo durante toda a terça-feira para trabalhar com o restante do grupo a partir de quarta. O jogo contra o Palmeiras é domingo, às 18h (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Na manhã desta terça-feira, Magnata correu em um dos campos da Cidade do Galo, local de treinamentos da equipe, em Vespasiano.

Por Marco Antônio AstoniBelo Horizonte
globoesporte.com

Pierre se coloca à disposição do Galo contra Palmeiras: 'quero muito ajudar'


O aproveitamento do volante Pierre no jogo contra o Palmeiras ainda não foi confirmado pela diretoria do Atlético-MG. Isto porque o jogador tem os direitos federativos presos ao clube paulista, e uma cláusula contratual o impede de atuar, a não ser que o Galo pague uma multa estipulada e que não teve o valor revelado. Pierre se coloca à disposição para jogar e não dá palpite no imbróglio.

- É uma decisão que não cabe a mim. Não sei o que está em vigor, multa, valores, o que foi acordado entre Palmeiras e Atlético-MG. Eu estou à disposição, se a comissão técnica e a diretoria optarem por minha presença. Quero muito ajudar o Atlético-MG.

A torcida atleticana se manifesta favoravelmente ao aproveitamento do volante, que vem sendo muito elogiado pela imprensa nos últimos jogos. Pierre se diz satisfeito com a aprovação do seu trabalho, mas, segundo ele, sua principal motivação é tirar o Galo da delicada posição em que se encontra na tabela.

- Fico feliz. Graças a Deus, o trabalho está sendo bem realizado. O objetivo maior disso tudo é acabar o trabalho bem, na primeira divisão e continuar nesta sequência boa de jogos. Não podemos parar agora. Foi uma vitória muito boa diante do Fluminense, só que a gente precisa de uma sequência de bons resultados pra sair desta zona tão incômoda.

O contrato de Pierre com o Atlético-MG termina no fim de 2011. Mesmo com o desejo da torcida em relação a sua permanência, o volante é comedido ao falar sobre a renovação.

- Meu primeiro objetivo é que o Atlético-MG permaneça na primeira divisão. Este é o objetivo de todos aqui. É claro que ainda não estamos numa zona confortável pra sentar e discutir termos contratuais. Minha cabeça ainda está focada neste momento, que é delicado. Apesar de sentirmos o gostinho de dormir fora da zona de rebaixamento, estamos numa região perigosa, poucos pontos dela. Se a gente cochilar volta pra lá. Então estou focado apenas nestes jogos. Depois que passar, vamos sentar e decidir o futuro, junto com a diretoria. Espero estar agradando a todos e que o trabalho seja reconhecido no final.

Atlético-MG e Palmeiras se enfrentam neste domingo, às 18h (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

Por Marco Antônio AstoniBelo Horizonte
globoesporte.com

Galo em 1 minuto - 26/09/2011

#DeOlhoNoApito - Erro1

#DeOlhoNoApito - Erro2

Seguidores